Comprou imóvel na planta? Tem direito da devolução do SATI

Comprou imóvel na planta, vamos pedir de volta a SATI?

VOCÊ TEM DIREITO DA DEVOLUÇÃO DA TAXA SATI EM MÉDIA 2% DO VALOR DO IMÓVEL

Abuso da taxa Sati serve para comissão de corretagem

É ilegal a cobrança da famigerada taxa de “serviço de assessoria técnico-imobiliária” (taxa Sati).

É uma taxa cobrada no ato da assinatura do contrato com a construtora na compra de um imóvel ainda na planta. A construtora acaba impondo ao comprador o pagamento da taxa Sati – Serviço de Assessoria Técnica Imobiliária, pela qual é cobrado o percentual entre 0,88% e 2,00% sobre o valor total do bem.  Essa Assessoria, é contrata pela Construtora para cuidar da documentação do comprador e de todo o processo para efetivação do financiamento bancário, bem como os corretores de plantão nos “stands” de vendas.

O STJ julgou recurso repetitivo é um mecanismo previsto em lei que garante ao STJ a possibilidade de agrupar em um único julgamento a discussão de matérias referentes aos processos que possuem teses idênticas. As decisões proferidas nestes recursos obrigatoriamente devem ser seguidas pelos tribunais de todo o país.

Os Tribunais de todo o País são favoráreis aos consumidores, reconhecendo a abusividade da cobrança da taxa Sati.

O prazo prescricional de três anos para ações reparatórias previsto no artigo 206, parágrafo 3º, inciso IV, do Código Civil.

Isso implica na devolução corrigida de todos os valores pagos desde a data do pagamento.

Como é um abuso ao consumidor é possível pedir a devolução em dobro do que foi pago a título de SATI.

Inscreva-se agora na nossa newsletter para receber novidades de nosso blog

  • R. Dr. Ramos de Azevedo, 159 Guarulhos / São Paulo CEP: 07012-020
  • + 55 (11) 2482-2448
  • contato@monteagudo.adv.br
  • R. Brig. Mário Perdigão, 292 Guarulhos - 07180-260